Técnicas para ter mais espaço para a sua roupa numa mala pequena

Este é um dos problemas mais comuns quando vamos de viagem. Apesar de que à primeira vista a mala não pareça tão pequena, no fim é sempre. Em muitas ocasiões não importa se deixámos muitas coisas em casa. Falta-nos sempre espaço.

Muito bem, nestas linhas vamos falar daqueles conselhos e daquelas diretrizes que é preciso seguir para que caiba absolutamente tudo. Estamos convencidos de que alguns deles nunca os tinha ouvido e por isso vão surpreendê-lo.

4 conselhos para otimizar o espaço na sua pequena mala

Se seguir estas pautas que lhe vamos dar já não terá problema ao carregar com malas pesadas. E ainda melhor. Não terá nenhum inconveniente com as companhias aéreas na hora de faturar.

Os sapatos podem ser bons compartimentos 

Já alguma vez tinha pensado neste detalhe? Não importa quantos compartimentos possa ter na sua mala. São sempre poucos. Por isso, pode utilizar o calçado para incluir algumas coisas mais. Nestes espaços, claro, que nunca vamos poder incluir pertences muito grandes, mas que lhe pareceria se lhe disséssemos que tudo o que tem a ver com roupa interior e com os acessórios cabem sem nenhum problema? Recomendamos que tanto os sapatos, como as roupas e acessórios mais pequenos vão numa bolsa.

Enrola tudo o que possas

Esta é uma técnica algo mais conhecida, mas que nem toda a gente utiliza. Trata-se de esquecer de dobrar a roupa. Neste caso o que vai fazer é enrolá-la. Deste modo não só vai ocupar menos espaço na sua mala. Como também, apesar de não acreditar também vai evitar que se arrugue em excesso.

Uma técnica que vai poder utilizar com todo o tipo de roupa. Não importa se estamos a falar de t-shirts, calças ou camisas. Tudo pode caber na sua mala se o enrolar devidamente. Ficará surpreendido com as coisas extra que pode meter.

Uma roupa sobre outra sempre

Este sistema utiliza-se há muito tempo apesar de que pouca gente o põe em prática. Neste caso vamos falar sobre aquelas pessoas a quem lhes continue a parecer melhor dobrar a roupa em vez de a enrolar.

Se for uma dessas pessoas recomendamos-lhe que ponha uma roupa sobre outra e depois as dobre. Levaria uma grata surpresa se pudesse comprovar a grande quantidade de espaço que vai poupar. E, tal como já dissemos há apenas uns instantes, serve para t-shirts, calças, camisolas e até para casacos. Lembre-se de pôr as roupas mais volumosas no fundo.

Guarde como se fossem livros 

Agora o que temos de fazer é entrar em modo bibliotecário. Sabe como se colocam os livros nas estantes de uma biblioteca? Pois, é assim que temos de colocar a nossa roupa dentro da nossa mala, aproveitando absolutamente todos os espaços da mala por muito pequenos que pareçam.

Um sistema do qual se pode tirar muito partido se previamente tivermos utilizado a técnica de enrolar absolutamente tudo. Tenha em conta que deste modo vamos poder aproveitar qualquer parte da mala.

E para tudo o resto, claro, Bluespace

Mas claro, o que acontece na viagem de volta? E se tivermos comprado alguma roupa?

E se nos depararmos que agora em nossa casa temos roupa ou recordações das nossas viagens que já não têm sítio? Pois bem, a solução é usar os espaços que temos em Bluespace. Uns espaços que se adaptam a si e que vão permitir beneficiar de uma série de aspetos chave.

  • Vai poder contratar unicamente o espaço que necessitar. No fundo, é disso que se trata, de pagar apenas pelos metros quadrados que vá utilizar.
  • O espaço que contrate vai estar acessível em qualquer momento do dia. Assim sempre que quiser, poderá levar os seus pertences ou deixar alguns novos.
  • As condições são perfeitas. A segurança e tudo o que tem a ver com temperatura e humidade está controlado ao detalhe.

Por tudo isto, já não tem desculpa para otimizar o espaço vital da sua mala e do seu lar. Uma maneira muito atual e que conta com uma grande relação qualidade-preço.

Post recientes

Deja un comentario